No mundo dos negócios, ninguém mais cresce sozinho. Se foi a época onde determinada empresa era a única a vender um tipo produto ou serviço, assim deixando que o monopólio ditasse os preços ao consumidor. Também não é possível ser uma empresa vencedora sem parceiros. Reter o conhecimento e o investimento não deixam com que uma empresa evolua, ou até mesmo sobreviva, no mercado competitivo de hoje.

O verdadeiro ingrediente para se manter no mercado, no entanto, ainda não mudou. São duas palavras que se estendem além do mundo dos negócios: Honestidade e Ética.

Muitas vezes estes dois conceitos são vistos pelas empresas como valores sugestivos que pouco impacto prático possuem no mundo dos negócios, quando é exatamente o contrário. A visão míope do mercado ocorre por que ambos os valores são de médio e longo prazo.

etica_de_vendas22

O consumidor sempre chega com uma necessidade, procurando um produto ou um serviço. É dever do vendedor garantir o bem estar e a resolução da necessidade do seu cliente.

A Ética de vendas se destaca por que são as únicas possíveis de fidelizar clientes. Preço baixo com péssimo atendimento não seguram mais consumidores. Produtos e serviços de baixa qualidade são ainda piores, ferem ambos os princípios e ainda mancham a imagem da empresa.

Mas o que seriam estes valores da Ética de vendas na parte prática? No caso da Sorpack, são compostas dos seguintes comportamentos:

  • Buscar resultados positivos para ambos os lados,
  • Não fornecer medidas ilegais para facilitar alguma venda,
  • Se manter positivo diante do cliente,
  • Manter-se positivo diante das dificuldades,
  • Evitar pré-julgamentos antes da apresentação,
  • Tartar o cliente com cordialidade,
  • Ser pontual com clientes e parceiros,
  • Retornar o contato com os clientes,
  • Não atribuir qualidades inexistentes a um produto,
  • Nunca prometer aquilo que não se pode cumprir,
  • Nunca maldizer a concorrência.

Com essas atitudes, conseguimos criar um vínculo com nossos consumidores e parceiros duradouro e muito lucrativo para ambos. No momento em que a honestidade e a ética de vendas cria um vínculo entre duas partes, não apenas a evolução tende a acontecer, como a confiança também.

Quando se mantém esses dois valores, a marca cria uma reputação na cabeça dos consumidores, na qual associa o produto da qual possuem a necessidade e vinculam a solução com a empresa. Aqui temos o primeiro dado prático: a procura do produto na empresa que já possui uma reputação honesta. As únicas maneiras de um consumidor não adquirir com uma empresa que segue esses dois princípios básicos seriam se o preço estiver alto muito além do estipulado, ou a empresa oferecer um produto de qualidade duvidável e diferente do que ela mesmo informa.

etica_de_Vendas_01

Satisfazendo o cliente com ética e honestidade, a palavra vira referência, e referência em novos clientes.

Estamos sempre dispostos a oferecer o melhor para nossos clientes e evoluir junto na nossa área de atuação. Nosso consumidor evolui junto conforme sua necessidade. Produtos de embalagens amigáveis para a natureza, de melhor resistência ou de duração maior. São produtos em constantes transformações na qual nossos clientes, já tendo este vínculo através da nossa ética de vendas, possui a confiança de que temos as condições de oferecer o produto e serviço, e ao mesmo tempo atender as necessidades futuras, ainda que incertas, já que o mercado vive em constante mudanças tecnológicas e burocráticas.

Você não fecha uma venda, você abre as portas de um relacionamento se quer construir um negócio duradouro e de sucesso. – Patricia Fripp

Por em prática estes dois valores não é apenas uma obrigação como vendedor, mas sim atitudes para se carregar em todos os aspectos da vida. Por os amigos, família, parceiros e clientes sempre em primeiro lugar, buscando atender as suas necessidades de maneira honesta.